Exposição Corpos Percursos de Cíntia Guimarães
 

Este trabalho é um trecho de uma história e um instante no registro de um processo. A perspectiva adotada pela artista-pesquisadora Cíntia Guimarães é a de traçar um caminho na direção da Estética Relacional (Bourriaud).

O campo relacional possui uma grande tradição nas formas do pensamento antropológico clássico. Marcel Mauss, Bronislaw Malinowski e Claude Lévi-Strauss, para ficar com os mais conhecidos, já estudaram estas formas de economia do simbólico e seus sistemas de trocas. A perspectiva geral é a de que um presente dado só aumenta mais o ciclo de poder do próprio doador. Assim, o objeto passa a ter uma função mágica e conversacional, uma ponte entre sujeitos e um motivo para o estabelecimento de uma conversação acerca das coisas do mundo, do entorno, das experiências, da vida cotidiana.
Leia mais...

press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom